Grupo Folclórico de Cantares e Danças  

                     “Os Camponeses de Navais”

               Rua do outeiro nº 9  4495-228 Navais

                           Povoa de Varzim

 

                 Email: grupo.folc.navais@sapo.pt

Trajes

Trajes de lavradores abastados

O homem usava um traje de sorrobeco preto com calças, colete, casaco, uma camisa branca de linho, um chapéu preto, umas botas de meio cano com cordões  e um relógio de bolso.

A mulher usava saia de lã de comprimento até o tornozelo, uma jaqueta de  brocado ou veludo, um lenço pelas costas, um chaile de agasalho, uma saca de mão  e chinelos  de sola.

Trajes de feira

O homem  usava um traje castanho em sorrobeco  ,botas de couro  camisa de linho  e uma vara de marmeleiro.

A mulher usava saia comprida de linho  ou teia  com uma barra em baixo,  um avental de riscado ou outro,  um colete com  atacadores,  uma camisa de linho e um lenço pelas costas preso à frente

Descrição: C:\Users\jose serra\Desktop\outros documentos\fotos de trajes\fotos de trajes 001 - Cópia.jpg

Trajes de domingar

 

Estes trajes são muito diversificados consoante os gostos e o poder económico de cada  família, mas as raparigas solteiras eram as que usavam estes tipos de trajes de cores um pouco aguerridas e que nunca tinham avental. Enquanto fossem solteiras estavam dispensadas de andar de luto  pelos familiares de 2º grau, as casadas tinham essa obrigação  de respeitar o luto dos seus familiares diretos e indiretos.

Caixa de texto: Trajes de Trabalho
Descrição: C:\Users\jose serra\Desktop\outros documentos\fotos de trajes\fotos de trajes 038 - Cópia.jpg

 

Trajes de Trabalho

Esta é uma foto com trajes de trabalho que serve para vários fins. Neste caso a mulher vinha do monte  com lenha à cabeça, trajava uma saia de carduz com avental comprido, uma blusa de chita toda tapada até o pescoço e levava os socos na mão. Os meninos levavam calças de cotim camisas de riscado, boné de tecido na cabeça, saco da merenda e os seus brinquedos preferidos, neste caso a gancheta e a motinha de pau.

 

O Rapaz do gado

O rapaz do gado tinha um traje de trabalho  com calças de cotim,  uma camisa de riscado   um boné na cabeça, uma vara de marmeleiro, para tomar conta do gado e uns cofinhos em arame que serviam par colocar no focinho das vacas  para  as impedir de comer  em sítios que não deviam.  Sempre que era necessário deslocar os animais de um sitio para o outro  eram colocado os cofinhos  e assim se podia atravessar  ao lado de culturas sem que os animais as pudesse comer.